Especial Dia da Mulher: A Gueixa

A Gueixa

Gueixa (芸者 geisha?) ou Gueigi (芸妓 geigi?) são mulheres japonesas que estudam a tradição milenar da arte da sedução, dança e canto, e se caracterizam distintamente pelos trajes e maquiagem tradicionais. Contrariamente à opinião popular, as gueixas não são um equivalente oriental da prostituta. Elas não trabalham com sexo. Podem chegar a flertar, mas seus clientes sabem que não irá passar disso, e esse é o fato que muitos homens se encantam com a cultura de uma gueixa. No Japão a condição de Gueixa é cultural, simbólica repleta de status, delicadeza e tradição.

São em muitos aspectos similares às Kisaeng coreanas. O termo geiko (芸子) é também usado no dialecto de Quioto para descrever as gueixas, especialmente no bairro Hanamachi. Ao contrário do que se verificava nos séculos XVIII e XIX, as gueixas são atualmente em número bastante mais reduzido. Maiko (舞妓?) é o termo utilizado para designar uma gueixa aprendiz. O elegante, mundo de alta cultura de que a gueixa faz parte é chamado karyūkai (柳界 “a flor e mundo de salgueiro”). Uma gueixa famosa, Mineko Iwasaki, disse que isso é porque “gueixa é como uma flor, bela em seu próprio estilo, e como um salgueiro, graciosa, flexível, e forte.” Outra importante gueixa foi Kiharu Nakamura.

As gueixas são mulheres fortes e que se dedicam às artes para o entretenimento dos homens, elas traduzem toda a delicadeza, força e conseguem unir elegância e respeito. Por meio das artes (dança, vestimentas, penteados, maquiagem), conseguem se transformar em seres adoráveis que hipnotizam homens no seu trabalho. Da forma como deve ser, os homens as respeitam e as admiram muito no Japão e no mundo.

Nesse Dia Internacional da Mulher, a Konbini, homenageia todas as mulheres que assim como as gueixas conseguem superar todos os seus desafios diários, mantendo a sua beleza e todas suas qualidades únicas.

Deixamos aqui nossa mensagem extraída do livro/filme Memórias de uma Gueixa para todas as mulheres fortes que buscam sempre crescer independentemente dos obstáculos no caminho:

memorias-de-uma-gueixa

 “Minhã mãe dizia que eu era como a água.

A água abre caminho mesmo através da rocha.

E diante de algum obstáculo, ela encontra outro rumo.”

Memórias de uma Gueixa

Um agradecimento especial a todas as mulheres neste dia!

Equipe Konbini

 

Baixe nosso Livro Digital Gratuito:

Marcelo Asamura

Empreendedor Online, apaixonado pela cultura e culinária japonesa e asiática em geral. Fundador da Loja Virtual Konbini e parceiro do Blog Sushibilidade e Cursosushi.com

Website: http://www.konbini.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *