Quais são as religiões do Japão?

Religiões do Japão

Existem diversas religiões e crenças no mundo, mas quais delas são predominantes no Japão?

Segundo estatísticas, a religião com maior número de adeptos no país é o xintoísmo com 84% de representação, seguida do budismo com 71%, sendo que muitos japoneses acreditam nas duas religiões de forma complementar. O cristianismo também conta com uma pequena porcentagem de seguidores que equivale a 2% e outras religiões representam 8% da população.

A religião com maior expressividade no país é caracterizada pela crença e adoração da natureza e dos seus ancestrais. Para os xintoístas a divindade está presente em cada parte da natureza como nas flores, nas árvores e nas rochas.

Xintoísmo

O xintoísmo incorpora práticas espirituais derivadas de diversas tradições pré-históricas japonesas, locais e regionais, porém não surgiu como instituição religiosa formalmente centralizada até a chegada do budismo, confucionismo e daoísmo no país, a partir do século VI.

Xinto, ou Kami-no-michi, pode ser traduzido como o Caminho para os Deuses, mas o significado é bem mais amplo. Seria o estudo filosófico do espírito, da essência e da divindade. No caso, divindade pode ter uma forma humana, animal ou qualquer elemento da natureza, como montanhas, rios, trovões, vento, ondas, árvores e pedras. Pode-se dizer que o xintoísmo está bastante ligado à natureza, no sentido de que se propaga a proteção ao meio ambiente, através do culto aos elementos da natureza.

Calcula-se que haja 119 milhões de praticantes do xintoísmo no Japão. O número é elevado porque os japoneses praticam alguns rituais do budismo em algumas ocasiões (culto aos antepassados, por exemplo), e também praticam determininados rituais do xintoísmo no seu dia-a-dia.

Budismo

Já o Budismo, segunda maior religião do país e a quinta maior do mundo, é baseado nos ensinamentos do Buda Shakyam que prega as leis do carma (causa e efeito) e do renascimento. O Budismo é muito parecido com o Xintoísmo e, por isso, muitas pessoas acreditam nas duas religiões simultaneamente.

Cristianismo

O Cristianismo foi introduzido no Japão pelo Missionário Jesuita Franscisco Xavier e o jovem samurai Ansei Yajiro por volta do ano de 1549. Em 1614 o governo japonês proibiu o cristianismo, houve várias execuções e muitos cristãos foram expulsos do país. A reintrodução dessa religião no Japão começou por volta de 1873 e o período após a II Guerra Mundial também foi significativo, pois contou com o apoio das autoridades da ocupação.

Outras religiões

O século XX foi marcado pelo surgimento de novas religiões no país, como o Confucionismo, Taoísmo e Xamanismo. O mais interessante e importante é que no Japão as diferentes crenças conseguem viver em harmonia, uma respeitando a outra.

Baixe nosso Livro Digital Gratuito:

Marcelo Asamura

Empreendedor Online, apaixonado pela cultura e culinária japonesa e asiática em geral. Fundador da Loja Virtual Konbini e parceiro do Blog Sushibilidade e Cursosushi.com

Website: http://www.konbini.com.br

7 Comentários

    • Marcelo Asamura Azevedo

      Que bom te ajudou! Obrigado pela visita. Atte. Marcelo

  1. Dirce

    gostaria de saber um pouco da cultura japonesa: religião,culto aos antepassados, comida típica, traje, dança, brincadeira infantil, brinquedos de crianças, objetos da sorte, política, comércio,o que os japoneses cultuam, entretenimentos, do que eles mais gostam de fazer ou participar, enfim me dê algumas dicas e serei muito grata. Dirce

  2. guilherme

    faltou a messianica

    • Marcelo Asamura Azevedo

      Obrigado pela contribuição. Atte. Marcelo

  3. Anii Sousa

    Bem interessante

  4. Sancho Humbane

    Gostaria de saber a popularidade da Igreja Messianica Mundial fundada por Mokiti Okada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *